… E Vênus em Virgem.

28 abr

Eu me lembro de quando sua roupa me servia e de como eu gostava daquele blusão azul surrado que você tinha ciúmes. Eu projetava você de um jeito tão diferente do que você realmente é. Mas o que é “realmente ser”? Essas coisas inatingíveis e discussões filosóficas não fazem o meu gênero. Não hoje. E “hoje” no sentido muito literal, porque é assim que eu realmente sou, amanhã pode ser que faça o meu gênero.

Na época da camisa azul surrada eu gostava de ler coisas que você não escrevia, ouvir frases que você não dizia. Eu estava na maldita fase das entrelinhas, achava que, por algum motivo qualquer, tudo estava nas malditas entrelinhas, quando na verdade só está o que a gente quer e consegue ler. É tão limitado. No cantinho daquele beliche que eu dormia eu sentia vergonha só de imaginar alguém que pudesse saber como eu acreditava que você conseguia me ouvir em pensamento. Eu projetava você.

Lembro também do dia que fui fumar do lado de fora da casa, estava descabelada e irritada com você. Quando abri a primeira porta, olhei pelo vidro da segunda e você estava ali, sorridente, tentando me ligar para fazer uma surpresa. Meu coração disparou, depois de meses juntos foi quando você fez o meu coração realmente bater acelerado sem envolver nenhum esforço físico. Pensei que não ia mais ter controle sobre nada nesse jogo que são as relações entre homens e mulheres. A partir daquele dia você foi ficando mais real.

Meu coração disparou, mas não pude deixar de notar seus sapatos. Como eu odiava aqueles sapatos! Também não gostava daquele chapéu, nem daquele casaco, mas os seus sapatos… eles eu não conseguia engolir. Tinha vergonha quando você saia na rua comigo, calçado naqueles sapatos esquisitos de tecido. Nunca consegui vestir aquele par de sapatos, nem quando ele era a única opção para evitar o chão gélido da sua casa. Eles nunca me serviram, e hoje, no sentido figurado, nem as suas roupas não me servem mais.

Anúncios

2 Respostas to “… E Vênus em Virgem.”

  1. Anna abril 28, 2010 às 4:19 AM #

    O seu texto eh bom. O seu texto eh bom bom bom.

    • Hanna Wajsfeld abril 28, 2010 às 4:27 AM #

      esculhambation tion

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: