Archive | outubro, 2010

A (notícia) da semana!!!

21 out

Rocky Horror Picture Show. Anos 70. Totalmente politicamente incorreto. Não muito conhecido, está em voga essa semana por causa do próximo episódio de Glee que será uma homenagem ao musical 70tista. Na trama do musical, um casal certinho (Susan Sarandon e Barry Bostwick) pede abrigo no castelo do travesti Frank-N-Furter (Tim Curry). Lugar mais esquisito não há sobre a face da Terra.

Mas o filme não é o importante. O importante é que Ryan Murphy (criador de Glee e Nip/Tuck) está tendo conversas com os executivos da Fox para um possível remake. Os fãs do filme ficam com medo e eu me incluo dentre esses.

Assisti o filme na semana passada por conta de Glee mesmo. Queria conhecer a obra original para poder entender o episódio. E simplesmente amei o filme. As piadas do filme não são do tipo que fazem você morrer de rir e sim dos tipos que fazem um sorriso de canto de boca. E não é assim o mais legal? Pelo menos para mim. O grande receio das pessoas é que nesses tempos de politicamente correto as piadas do filme se percam, fiquem certinhas demais. Todas as piadas seriam condenadas por tudo quanto é grupo ativista.

Adoro o filme. Rocky Horror já está na minha lista de favoritos e dos meus desejos. Com certeza se sair um remake eu vou assistir, mas extremamente receoso do que possam ter feito com o filme.

Salvatore Ferragamo pelo planeta!

18 out

Algo eco friendly é uma coisa que sempre me chama atenção. No ‘mundo da moda’ ainda mais, porque a moda atinge a muita gente e tudo que se torna vendável é um bom campo pra Ecologia. Menos produção significa menos lixo. A idéia é simples e se aplica a tudo. Num mundo como o de hoje em dia que a poluição e a falência da biodiversidade se colocam como eminentes devemos abraçar toda e qualquer política que agrida menos o único lugar que podemos chamar de lar, a Terra.

A grife italiana Ferragamo é muito tradicional. O primeiro Ferragamo a entrar nesse mercado nasceu em 1898! De lá pra cá são 3 gerações fazendo sapatos e acessórios de qualidade para o mundo todo.
Faz pouco tempo lançaram uma coleção amiga do ambiente. Com tinta de pigmento a base d’água e sola fabricada com um material que se decompõe mais facilmente que as outras. Fora isso, parte do dinheiro das vendas vai para uma Instituição que ajuda a combater a pobreza na Ásia e África.
O valor da peças eu não faço idéia! Não to sugerindo que comprem, to marcando a importância da noticia. Espero que se isso pegue.

Postado por Anna Barreto

Mikhail Baryshnikov

17 out

O lindíssimo e luxuoso Theatro Municipal do Rio de Janeiro vai receber nos dias em 29 e 31 de Outubro, o super bailarino letão Mikhail Nikolaévich Baryshnikov ! (Que deve ser ca pra nós a ‘coisa’ mais famosa da Letônia.)

Mikhail pertenceu ao corpo de dança do Kirov, o conceituadíssimo Balé russo, mas depois disso não precisou provar mais nada a ninguém e foi se aventurar fazendo o que queria, inclusive mesmo sem falar inglês casou com a atriz Jessica Lange  com quem se comunicava então em francês ! Carismático, posou a pouco tempo ao lado da modelo Gisele Bündchen para a lente da amiga Leibovitz.

Bom, se você , como eu ainda não foi conferir a nova –velha cara do Teatro após a reforma  a vinda do famoso bailarino tambem  ator de 62 anos parece ser um bom motivo…

E os ingressos variam entre 25 a 84 reais. Corra!

 

Postado por Anna Barreto

Um texto

14 out

Um menino sentado numa cadeira de rodas a alguns anos. Seus movimentos na perna tinham sido perdidos em um acidente a algum tempo.

Uma menina andando na rua sem rumo, sem nada. Ela nunca experimentou o aconchego do lar, as carícias dos pais.

O acidente dele aconteceu quando ele ainda era criança. Sempre pensou na liberdade de poder correr com os outros garotos, andar pela praia com a menina que ele gostava e, era o que ele mais queria, jogar futebol. Sempre havia sido a paixão dele. E ele nunca pode fazer isso.

Bonecas. Era isso que ela mais gostaria de ter. Sempre que passava em alguma loja de rua ficava olhando as outras meninas brincando, rindo, felizes. Sempre quisera saber qual cheiro tinha quando se tirava uma boneca da caixa, o perfume dos cabelos, trocar as roupas do brinquedo.

A algum tempo ele estava perdendo o apetite. Sua mãe já estava ficando preocupada. Ele simplesmente não tinha mais animo.

Revirar latas de lixo sempre foi comum para ela. As pessoas sempre que passavam olhavam com caras indignada, pensando que aquilo era um absurdo.

Ele preferia a solidão a ficar com pessoas. Assim podia sempre escapar dos olhares de pena e outras coisas que sempre lançavam para ele. Não era sacrifício algum ficar sozinho, ao contrário, ele sentia prazer na solidão. Assim ele podia ficar fantasiando, olhando para o nada sem ter que dar satisfações a ninguém.

Ela apenas ficava com pessoas porque lhe era conveniente. As ruas são perigosas para meninas sozinhas. Ela não podia prever o que podia estar a espreita na próxima esquina. Sempre ouvia histórias de garotas violentadas enquanto ficava com os outros.

O dia ia alto quando ele acordou. Não quis saber as horas, queria apenas ficar deitado, quieto. Não fez barulho algum, não sentou em sua cadeira, não ligou a tv, nem nada. Ficou apenas ali. Parado. Sentia que alguma coisa saia dele. O que era ele não sabia dizer. Parecia que era a vida. Ele foi fechando os olhos e viu um campo. E tinha uma bola. E ele podia correr. E ele finalmente tinha a liberdade que sempre quisera.

A noite estava muito escura e fria. Ela procurava um lugar para ficar. Algo a incomodava. Parecia que alguém estava acompanhando os seus passos. Ela nunca sentira isso antes. Ela olha para trás e suas suspeitas se confirmam. Ela estava sendo seguida por um homem. Aquilo a perturba de uma maneira que não pode ser explicada por palavras ela apenas sente que o homem está aproximando cada vez mais rápido então ela começar a andar mais rápido também sempre sentindo que ele está chegando e então ela começa a correr e ele imita, mas como ele é mais alto e ganha alguma vantagem sobre ela que tropeça e cai. Ele a alcança. Ela fecha o olho. Tenta se convencer que tudo não passa de um pesadelo, que logo ela vai acordar. Ouve os urros dele. Ela continua firme, olhos fechados e lábios contraídos. A dor a invade. Pouco tempo depois acaba. Ela sente algo arranhando o pescoço dela e em seguida alguma coisa quente.  Tudo é substituído por uma caixa sobre uma mesinha num quarto de menina. Ela finalmente sente o cheiro de uma caixa de bonecas sendo aberta. Tinha cheiro de morangos.

Postado por Pedro Wajsfeld

 

12 de outubro

12 out

Toda criança gosta de brincar de ser adulto…
Fingir que dirige o carro, usar maquiagem e jóias da mãe.
A vida de adulto nem é tão bacana assim…
Mas dia após dia eu tento não esquecer das coisas que eu queria e sentia quando eu era criança.
Feliz dia das crianças… pra todo mundo!

Postado por Hanna

Sobre Kubrick.

7 out

Interessante pensar que muito pouco é o que se sabe desse obsessivo diretor. Perfeccionista de verdade, (e não simplesmente um chato), refazia uma cena até ela ficar como deveria ser e isso não significou nunca que ele mesmo sabia como era.

“Nunca sei o que eu quero, mas sempre sei o que eu não quero.”

Kubrick era um aficcionado por fotografia e foi com ela que tudo começou.

De família abastada, tinha um Darkroom em casa.

Aos 16, vendeu uma foto à revista Look, uma das mais importantes da época. A fotografia não tinha nada de furo, não era sensacionalista e apenas mostrava um jornaleiro desolado cercado de manchetes sobre a morte do presidente Roosevelt. A forma como ele captou a imagem e a dor de grande parte da sociedade americana foi o que  garantiu lá mesmo um emprego como fotógrafo assim que terminou os estudos.

Fotografando muitas lutas de boxe, se apaixonou pelo tema e levou-o para o seu primeiro filme.

Paixão é o que motivava Kubrick. Seus poucos filmes ao longo de toda a carreira mostra  o quando ele dissecava cada tema e história para fazer dela a melhor possível.

Filmes incompreendidos, controversos e revolucionários. Violência e Honestidade também estão presentes em sua obra.

Poucos diretores garantiram tanto poder sobre a sua peça. Nenhum outro diretor conseguiu tirar de cartaz um filme que fazia sucesso por mais de 60 semanas, o caso de Laranja Mecânica, que foi acusado de incitar a violência e resultou em graves ameaças de morte para Stanley e sua família.  Nenhuma produtora permitiria. Mas a Warner entendeu que mais valia fazê-lo e continuar com ele.

É como o trabalho do artesão que faz com o que cada uma tenha um valor não de mercado, mas um valor de… talento.

Stanley Kubrick -A live in pictures (Parada obrigatória.)

Filmografia aqui.

Por Anna Barreto

Gratas surpresas

5 out

Ontem a noite minha mãe pede para eu ir até a locadora pegar dois filmes que ela se interessou pelo cartaz. Como bom menino que sou atendo o pedido da minha pobre progenitora de pé engessado. Os filmes eram 2019 O ano da extinção e Ameaça Terrorista. Sobre o primeiro eu prefiro não comentar nada além de que é mais um filmes com vampiros bonzinhos. Agora sobre o segundo eu vou me demorar um pouco.

Quando olhei pro cartaz do filme confesso que pensei “lá vamos nos gastar dinheiro com um filme ruim”. E para a minha surpresa o filme é simplesmente incrível. Ainda mais depois de ter assistido o fiasco brasileiro Do começo ao fim.

Ameaça terrorista é um trhiller psicológico sobre um cidadão americano convertido ao islamismo que escondeu três bombas atômicas em três grandes cidades dos EUA. Ruimzinha a sinopse né? Mas é ai que entra em cena a Agente especial Brody (Carrie-Anne Moss) e H (Samuel L. Jackson). A missão deles é interrogar o terrorista Younger (Michael Sheen). Acontece que os agentes tem opniões bem distintas sobre como um suspeito deve ser interrogado.

O filme é ágil sem tempo para tramas paralelas (afinal tem 3 bombas atomicas esperando para explodir), bem conduzido, bem dirigido, com um roteiro conciso e atuações ótimas.

E todo o destaque vai para Michael Sheen. Ele está simplesmente incrível como Younger.

Concluindo, vale a pena uma passada na locadora para ver esse filme. Sai de um tema saturado e consegue construir uma narrativa envolvente do início ao fim.

Ficha

Título: Ameaça Terrorista (Unthinkable)

Diretor : Gregor Jordan

Roterista: Peter Woodard

Elenco: Michael Sheen, Carrie-Anne Moss, Samuel L. Jackson

Ano de Produção: 2010

Postado por Pedro Wajsfeld