Figurino no Oscar (parte 1)

1 mar

A entrega do premio de cinema de maior prestigio do mundo acontece há 83 anos ininterruptos, durante o nosso verão. Quando é transmitido, pela TV aqui no Brasil já é bem tarde da noite. Há alguns anos não é mais possível assistir ao premio pela TV aberta. Infelizmente desde que o SBT perdeu o direito sobre o Oscar, ficamos todos órfãos de toda a cobertura, desde pelo menos parte do tapete vermelho até comentários finais de qualidade indiscutível.
Adoro sentar frente a TV e me transportar para toda a festa. Reuno família e sento pra ver a banda passar. Esse ano o camarote pode contar com quitutes de fino trato. Tivemos deviled eggs, pastinhas, molho pesto, queijinho, pão australiano com manteiga de mel… Delicinha! Puro Luxo!
Mas então, deixando essa parte de lado vamos ao que todo mundo viu? (Pelo menos quem tem TV a cabo)
O tapete vermelho foi bem pisado mas admito, por poucos pés. Foi um dos Tapetes Vermelhos mais tranqüilos que eu já presenciei. OOps, que eu já vi. O do Golden Globes foi mais animado. Nesse post eu não vou comentar de jeito nenhum os prêmios e detalhes da festa, vou falar só do Figurino, das roupas, das modas e de como eu vi passar essa banda de grifes e nomes importantes.

A primeira… Dona Michelle Williams, vamos la?
Ela gosta demais de um jeitinho de menina, com vestidos sempre sóbrios nos prêmios mais picantes. Ela chama atenção. Pequenininha em estatura, esse ano a pequena notada estava concorrendo como melhor atriz por Blue Valentine. Dificilmente levaria a estatueta para casa se dependesse desse vestido. Muito bonito, por sinal, mas combina muito mais com um noivo e aliança do que com uma noite de Glamour como é a do Oscar. Definitivamente melhor do que o vestido de florzinhas que ela usou recentemente. Ahn, sim, esse era um Chanel.

Mila Kunis veste um Elie Saab Haute Couture. E eu não sei que diferença essa informação tem pra mim, ta? Achei o vestido dela ótimo num tonzinho pouco obvio e na “tendenciazinha” pastel. Perai, mas se a tendência é essa a cor não é obvia? Não exatamente, acho que esse tipo de rosto pede um tom mais obviamente forte. Daí a minha opinião… Minha nota seria… 7.0. O vestido dela tem um caimento muito bom, mas o que ganhou a minha atenção foi o colo. É renda? É roupa de baixo? É lindo!

Natalie Portman, o Cisne Negro do ano, estava linda num vestidão de grávida que deixava ela bem a vontade e super confortável mesmo ali dentro. Alguém duvida? Acho bonito não tentar ser sexy… Eh, quando as grávidas tentam ser sexy eu particularmente acho vulgar! Catherine Zeta-Jones, aquela super antipática e igualmente bela mulher sempre foi sem nenhum esforço. Não consegui evitar pensar em outras grávidas que foram premiadas ou estavam la no Oscar em outros anos e acho que Natalie barrou todas elas no talento e na simplicidade. A única coisa que me incomoda no visual é o par de brincos que parece demais com dois sininhos chineses que eu tenho aqui em casa. Ahn vale dizer… que ela trocou o Dior (do seu mais novo desafeto- Ta sabendo da fofoca? Quente!!! Procura saber…) pelo Rodarte.

… continua…no prox post.

Anúncios

Uma resposta to “Figurino no Oscar (parte 1)”

  1. Hanna março 1, 2011 às 3:25 PM #

    Eu curti a roupa da Michelle Williams.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: