Reencontrando a felicidade (no buraco da Alice).

7 set

Assisti ontem o filme “Rabbit role”. De um diretor que, sinceramente, não me chama atenção por nada anterior. Chama-se John Cameron Mitchell a quem interessar. O elenco é um deslumbre: Nicole Kidman, que foi indicada ao Oscar por esse papel, Aaron Eckhart, Sandra Oh e Dianne Wiest.


A história gira em torno de um casal que após a morte do filho tem dificuldade em se manter são.
Becca, (Nic) não se conforma pela perda da criança e o marido, vivido pelo pontual Aaron, busca um caminho, o fim do sofrimento. Grupos de ajuda, religião, um novo filho… Caminhos dados como clichê e que de fato ajudam muita gente a dar forma aquilo que elas mesmas não conseguem dar. O caos emocional aparece no filme como uma inquietação tanto pra ele como para ela, mas vivido formas totalmente diferentes. Cada personagem tem um jeito de lidar com seu caos particular e o filme não se encerra de forma nenhuma no drama deles dois. Mas evidencia o emaranhado de conexões interpessoais que permeia a fragilidade individual.
O filme se desenrola mostrando que não há estrada pré estabelecida e que apesar de boas especulações e questões sobre vida e morte, sobre justiça e perdão, que é na experiência particular e na construção subjetiva dessas experiências que se chega a qualquer “toca de coelho”, como sugere o titulo original do filme.
Outra boa toca de coelho bem conhecida, praticamente de forma universal é a toca em que a Alice cai em Alice no País das Maravilhas. A menina se vê em situações absurdas, mas pode compreender que o “caos” nunca é uma bagunça, mas uma forma que se tem de reequilibrar , de se reestruturar algo que parece, apenas parece fora do lugar.
Becca bebeu da mesma fonte que Alice. ” Y Tu Mama También”

Anúncios

5 Respostas to “Reencontrando a felicidade (no buraco da Alice).”

  1. Hanna Wajsfeld setembro 7, 2011 às 2:02 PM #

    Eu gosto da Sandra Oh.

  2. Anna Barreto setembro 7, 2011 às 2:04 PM #

    ela ta otima tb no filme

    • Hanna Wajsfeld setembro 7, 2011 às 2:18 PM #

      Sideways!

    • Samuel setembro 8, 2011 às 1:46 PM #

      acho o enredo legal, questões milenares e ao mesmo tempo comuns que valem a pena refletir, vou assistir na primeira chance. bjão

      • Anna Barreto setembro 8, 2011 às 10:35 PM #

        Brigada, Samuel, bjao tb, depois conta o que achou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: