Dessa vez foi a Gestrudes que entrou pelo cano

27 jan

Dormiria dali para frente todas as noites numa cama de ferro típica, dura e gelada.

Guardava ódio daqueles garotos infantis e mimados pelas mães que nunca saberiam o que exatamente era ter que dormir daquele jeito. Ódio da cara deles e daquele sentimento piedoso, porém ignorante dos meninos que não faziam o menor esforço para crescer. Não queriam encarar nada por conta própria.

O ódio não ajudava em nada, porque mesmo com o calor do seu corpo explodindo em raiva, a cama de ferro ainda assim era fria demais.

Ela amadurecia a cada noite, e, se houvesse uma medida comparativa amadurecimento-sorriso, Gestrudes poderia mostrar ao mundo o quanto amadurecer retirava o sorriso do seu rosto.

Cada crença adolescente que caía, se espatifava, na realidade, uma camada de concreto era posta numa couraça que se erguia e, ao longo da vida, transformava Gestrudes em uma mulher de pedra. Pedras ocas, que com o soco de uma criança viram areia e poeira.

E os garotos continuavam a passar com suas esmolas e ações de caridade para acreditarem que ajudavam em alguma coisa. Depois que viravam a esquina, gastavam, entre risos, o dobro, o triplo das esmolas em alguma bebida que se quer era realmente boa. Compravam brinquedos para adultos e jogavam fora no mês seguinte.

Ela, por sua vez, gostaria de nunca mais aceitar aquela esmola hipócrita, mas eu, Hanna, não sei se algum dia Gestrudes conseguiu chegar aonde queria. Sequer sei se ela sabia onde queria chegar. Só sei que não queria aquela cama, nem aquelas esmolas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: