Archive | O não é mais o mesmo RSS feed for this section

O (blog) não é mais o mesmo

1 out

Agora somos 3. Nada mais justo depois dessa fusão e profusão de pensamentos nada como mudar a face. Deixar as coisas mais claras, tudo ali bem facinho prontinho para ser visto. A respeito do título do post, o blog continua o mesmo em sua essências o mais legal de agora são a várias opiniões – ora divergentes, ora convergentes – sobre mais assuntos. É um fato 3 é demais. E nesse caso no melhor sentido da coisa.

por Pedro Wajsfeld

O (Kone) não é mais o mesmo

26 jul

Não mesmo! Agora ele pode ser Kone Store ou Kone Express. Sabe aquele prazer de ir com as amigas comer rapidinho e baratinho um “peixe crú”? Não é mais possível. O preço continua baixo, a qualidade que não é mais alta, nem o atendimento rápido existe mais.

E não é um privilégio da nova Kone Express, que costumava ir no Shopping Rio Sul, as demais Kone Store que eu também costumava ir não apresentam mais o mesmo produto. Acabou o Kone antes do cinema no Botafogo Praia Shopping, ou no Plaza Shopping. Até mesmo aquele Temaki especial depois da praia na Farme de Amoedo, em Ipanema, acabou.

A temakeria agora faz uns “snacks japoneses” insossos e os molhos da mesa são bifásicos. Terrível! Está valendo arriscar as peças do Sushi Rio até. #prontofalei.

O (metro do Rio) não é mais o mesmo

5 maio

Depois de muito tempo do Subway no on-the-way, o metro passou por mudanças que perturbaram a população carioca. Agora ele simplesmente não é mais o mesmo.
A linha 1 não tem mais música clássica, o que se encontra agora é um tremendo barulho ensurdecedor de pessoas que tentam conversar enquanto uma voz estridente avisa se o trem que chega vai para a Saens Peña ou para a última estação da linha 2 (é, eu esqueci, quase não pego a linha 1, quem dirá a linha 2 – é, eu podia dar um google, mas não vou).

Por dentro, é visível que está em mudança, alguns vagões são velhos outros são absolutamente sofisticados, só faltava servir café. Espero que isso se ajuste logo.

As vezes sou resistente a mudanças e para isso vai servir essa categoria. Eventualmente ela vai levar a categoria de Lixo junto, muito raramente a de Luxo. Próximas vítimas? a Vogue Brasil, as Barcas Rio-Niterói, os nomes de esmaltes, a UFF dot dot dot.